Por Raul Holderf Nascimento da Conexão Política
Autor: Raul Holderf Nascimento

Luciano Hang, dono das lojas Havan, utilizou o Twitter para protestar contra a ação movida pelo Ministério Público do Trabalho, que o acusa de coagir funcionários a votar em Jair Bolsonaro.

“Querem me calar. Aparelharam o Estado”, afirmou após lembrar as ameaças feitas por José Dirceu, que não geraram nenhuma reação dos órgãos de controle.

O empresário ainda interrogou:

“Os sindicatos podem fazer campanha para o PT nas minhas lojas com nossos funcionários e eu não posso me manifestar?! Estamos na Venezuela ou em Cuba?

Órgãos do Governo querem me calar! Não querem que eu defenda o Brasil e os Brasileiros!

Estou sendo coagido! Só por que sou empresário, não posso me manifestar? Estão com medo de que?

Não vou me calar, pelo Brasil e Brasileiros! Recebo apoio em todos os lugares do Brasil! Chega! Estamos cansados! Vamos devolver o Brasil para os Brasileiros!”, concluiu.