Foram encontradas 34 plantações nas zonas rurais dos municípios. A Polícia também apreendeu armas e uma pessoas foi presa em flagrante.

Por G1 PA — Belém
Polícia destrói 86 mil pés de maconha no interior do Pará. — Foto: Reprodução / Polícia Civil

A operação Veredas da Polícia Civil e Militar destruiu 86 mil pés de maconha encontrados em 34 plantações nas zonas rurais de Nova Esperança do Piriá, Cachoeira do Piriá, Concórdia do Pará, Acará e Tomé-Açu, no nordeste do Pará. A Polícia apreendeu quatro armas apreendidas e uma pessoa presa em flagrante, de acordo com balanço divulgado nesta quarta-feira (3).

As ações de combate ao cultivo da erva ino dia 24 de setembro e contou com cerca de 40 agentes, entre eles policiais civis, militares, peritos, bombeiros e helicóptero do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp).

Operação de combate de cultivo de maconha encontra 34 plantações no interior do Pará. — Foto: Reprodução / Polícia Civil

De acordo com a Polícia, uma equipe permaneceu por quatro dias em Cachoeira do Piriá, onde foi montada a base de atuação. No município, foram encontradas 18 roças de maconha em área plantada de 11.250 metros quadrados.

O delegado Hennison Jacob, da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), disse que havia 39 mil plantas adultas e 2 mil mudas da erva.

Já em Nova Esperança do Piriá, os policiais passaram dois dias e encontraram seis áreas de plantação, totalizando 9 mil metros quadrados. Foram destruídos 22,5 mil pés; apreendidos cerca de dez kg de sementes e 25 kg de maconha seca. Uma pessoa foi presa e três espingardas foram apreendidas.

A operação em Concórdia do Pará, Acará e Tomé-Açu durou três dias. Foram encontradas dez plantações com maconha, onde a Polícia apreendeu 25,6 mil plantas adultas; 500 mudas; 10 kg de maconha seca; 1,5 kg de sementes; 20 kg de adubo químico; e uma arma de fogo de fabricação artesanal.

Além da erva destruída e prisão, a Polícia também apreendeu armas. — Foto: Reprodução / Polícia Civil