Globo volta a exibir beijo gay de adolescentes em “Malhação”

por Jarbas Aragão do Gospel Prime

Novela teen vai ao ar no meio da tarde


Em meados de 2017, um “beijaço” exibido na novela teen Malhação causou indignação por mostrar selinhos entre pessoas do mesmo sexo. No final daquela temporada – que tinha o subtítulo de Viva a Diferença – foi exibido cenas do relacionamento entre duas adolescentes, incluindo diálogos com insinuações sexuais.

Devido a repercussão negativa dessa e de outras cenas inadequadas para o horário de exibição, no meio da tarde, um despacho do Ministério da Justiça determinou que a TV Globo alterasse este ano a classificação indicativa de “Malhação – Vidas Brasileiras”, de 10 anos e para 12.

O documento lembra que durante a análise do conteúdo foram constatadas a apresentação de cenas com “insinuação do consumo de drogas ilícitas, assédio sexual, ato violento e linguagem de conteúdo sexual”.

Duas semanas após exibir um beijo gay entre dois homens na novela “Orgulha e Paixão”, das 18, horário em que muitas crianças ainda estão em frente à televisão, a rede Globo volta a mostrar cenas de homoafetividade durante a programação vespertina.

A flexibilidade das leis no Brasil ainda permite que não se leve a sério o Estatuto da Criança e do Adolescente, cujo artigo 76 estabelece que “As emissoras de rádio e televisão somente exibirão, no horário recomendado para o público infanto-juvenil, programas com finalidades educativas, artísticas, culturais e informativas”.

Resta saber porque depois da avaliação do Ministério da Justiça, esse tipo de conteúdo continua sendo apresentado em uma produção voltada justamente para essa faixa etária.

Postar um comentário

0 Comentários