Exposição sobre o Círio de Nazaré reúne 40 imagens de fotógrafos da Prefeitura de Belém

Por Agência Belém

Imagens de amor, gratidão e emoção. Imagens de fé. Retratos que mostram toda a devoção do povo paraense por Nossa Senhora de Nazaré serão exibidos a partir da próxima sexta-feira, 5, no Museu de Arte de Belém (Mabe), no Palácio Antonio Lemos, em exposição fotográfica que reúne 40 imagens de fotojornalistas da Coordenadoria de Comunicação Social (Comus), da Prefeitura de Belém.

A exposição “Imagens de Fé” será aberta oficialmente às 16h da próxima sexta com a presença dos fotógrafos protagonistas Alessandra Serrão, Fernando Sette, Oswaldo Forte e Tássia Barros, familiares, autoridades convidadas e público em geral.

Pela primeira vez participando de uma exposição, Alessandra Serrão não esconde a ansiedade em mostrar o trabalho feito por anos durante a procissão. “São dez anos de carreira e essa será minha primeira exposição, por isso, não consigo disfarçar toda a ansiedade que estou sentindo”, comenta Alessandra. “O convite é muito significativo pra mim, ainda pela oportunidade em poder levar minha família e amigos para conferir meu trabalho”, encerra, feliz com a homenagem.

Fernando Sette, fiel apaixonado pelo Círio de Nazaré, descreve a quadra nazarena como “a melhor época do ano”. “Amo demais o Círio. É o melhor período de todo ano e, também por isso, é uma grande emoção poder participar deste evento com minhas imagens ao lado de ótimos profissionais”, destaca.

Alessandra e Sette dividem a exposição com a jovem fotógrafa Tássia Barros que registra o evento há sete anos. “O Círio é um momento muito esperado por nós, fotógrafos, todos os anos. Há sete anos faço a cobertura da Trasladação e é impressionante toda a força, a fé e a energia positiva que vêm a cada passo da procissão acompanhados, claro, de muito trabalho e de um recompensador cansaço”, conta Tássia Barros.

“Tudo se renova quando Maria passa. Carrego comigo muitos sentimentos e gosto de sentir as pessoas, capturar e registrar cada momento de fé, amor e emoção, que sempre vivo junto com cada fiel, durante as procissões. Tento transmitir o máximo de realidade e isso o Círio me traz, a fotografia me traz. Quando fazemos com amor, nunca será trabalho, sempre será emoção. E compartilhar com meus amigos do dia-a-dia esse momento, me faz ainda mais feliz e realizada”, completa a fotógrafa.

Com três décadas registrando o Círio, Oswaldo Forte também faz parte do protagonismo da exposição com fotografias selecionadas em preto e branco que marcaram seus anos dedicados à procissão.

“Em primeiro lugar é um privilégio expor no monumental Palácio Antônio Lemos junto com meus colegas de trabalho. E, além disso, o Círio tem um significado muito importante para mim. Já fotografei 30 vezes a grande procissão e ainda sinto uma emoção de principiante”, diz Oswaldo Forte.

“Minha expectativa é mostrar para o público o meu olhar, e dos outros profissionais que compõem essa mostra coletiva, sobre essa manifestação que é única no planeta e revelar imagens que muitas vezes não são exploradas pelos veículos de comunicação”, revela o profissional.

Para Janice Lima, diretora do Mabe, a exposição representa o universo da religiosidade paraense. “As fotos apresentam ao público traços dessa importante manifestação e celebração religiosa de Belém do Pará”, afirma.

A entrada para conferir a exposição é gratuita. O Mabe funciona de terça a sexta-feira, das 9 às 17 horas, no Palácio Antônio Lemos, sede da Prefeitura de Belém, bairro da Campina, em Belém.

Foto: Alessandra Serrão

Foto: Tássia Barros

Foto: Fernando Sette

Foto: Oswaldo Forte

Serviço:

Exposição Imagens de Fé, no Mabe. Abertura às 16h de sexta-feira, 5 de outubro. Entrada gratuita.

Por Adriana Pereira

Postar um comentário

0 Comentários