Professor de Judô acusado de estuprar menores é preso em Belém

Ele aliciava os próprios alunos e já tinha mandado de prisão preventiva decretado

ORM

Um professor de judô foi preso, em Belém, nesta segunad-feira (24), acusado de estupro de vulnerável. Segundo informações da Polícia Civil, Gilberto Reis da Cruz utilizava sua profissão para aliciar as vítimas e cometer atos de violência sexual contra menores de idade, seus alunos de artes marciais de uma escola de samba da capital paraense.

A prisão do professor foi feita pela equipe da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente (Deaca), do Propaz/Santa Casa, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva que já existia contra ele. A medida cautelar foi representada pela delegada Mikaella Ferreira, titular da Deaca, com base nas investigações realizadas dentro de inquérito policial.

A ordem de prisão foi decretada pela 1ª Vara de Inquéritos e Medidas Cautelares da Comarca Judiciária de Belém. Os detalhes dos crimes não foram divulgados, por tramitarem em sigilo.

De acordo com a Polícia Civil, o preso já está recolhido no Sistema Penitenciário, e está à disposição da Justiça.

Postar um comentário

0 Comentários